Podemos ser legais com os caras legais

Vou falar do meu ponto de vista. Só meu. De uma mulher de 40 anos que está a procura de mais um grande amor. E das coisas que eu vejo por aí na questão: relacionamentos. Sim, dividimos o mundo em dois tipos de homens: 1) os legais que querem compromisso, mas geralmente são feinhos eContinuar lendo “Podemos ser legais com os caras legais”

Falando de amor

Estava saindo com um cara. Estou. Sei lá, nem sei mais. Mas o que me chamou a atenção nele foi um dia que mandei uma mensagem dessa de “o que você tá fazendo?” e ele respondeu que estava assistindo um seriado chamado “Love” na Netflix. Como queria saber mais sobre ele, corri para assistir eContinuar lendo “Falando de amor”

Ritual de desapego de um amor do passado

Tive um relacionamento durante 2016. Ele nunca chamou isso de relacionamento, mas para mim foi. E foi importante. Muito importante. Daquelas coisas que eu só tinha sentido uma vez na vida. Mas não podemos fazer o outro sentir o mesmo que a gente. Ficávamos juntos todas as semanas. Conversávamos todos os dias. Íamos ao cinema,Continuar lendo “Ritual de desapego de um amor do passado”

Mudanças e diversão

Quem está acompanhando o meu blog tem percebido o processo de mudança pelo qual eu passe, e ainda estou passando e posso dizer não é fácil. Não é mesmo! Mudar é algo que vai contra a nossa “natureza”, a lei da inércia, a vontade de permanecer na mesma coisa e lugar pra sempre. Então, éContinuar lendo “Mudanças e diversão”

A raiva e a co-dependencia

Uma das coisas que trabalhei muito no processo de co-dependência, mas que ainda sinto que tenho coisas pra trabalhar é a raiva. Ela aparece no processo porque engolimos sapos e mais sapos em nome dessa coisa amalucada que chamamos amor. E eu, como tantas outras, guardei raiva demais dentro de mim. Eu me lembro deContinuar lendo “A raiva e a co-dependencia”