15 sinais de co-dependência amorosa

Algumas pessoas que eu atendo – principalmente as mulheres –  me perguntam como elas sabem se são ou não co-dependentes. Elaborei então uma lista de aspectos básicos de uma co-dependente afetiva (assim como eu já fui e conto aqui) . Saibam que isso não resume e não diagnostica nada. Se desconfiar que tem esse problema, procure ajuda!

  1. Detesta ficar sozinha. Estar solteira é um suplício e  vive procurando por um novo amor ou relacionamento.
  2. Não espera para se apaixonar. Um traço marcante de co-dependencia é a paixão platônica. A pessoa não conhece o outro, mas fantasia e “ama de todo o coração”, mesmo sem saber o que é isso.
  3. Não consegue viver sem o outro. O outro vira o centro do seu universo e, quando não estão juntos, passa o tempo pensando no que vão fazer quando estiverem.
  4. Excessos de toda sorte: mensagens demais, ligações demais, muita vontade de ver. Veja bem, isso até é mais comum num primeiro mês de namoro, mas se passar disso tem algum problema.
  5. Não suporta o silêncio do outro. Se não receber uma mensagem já enche a cabeça de fantasias de separação.
  6. Acha que o outro é a única chance de felicidade. Não entende que existem muitas pessoas no mundo. Entende, mas não acha que ninguém mais a faria feliz.
  7. É muito reativa. A co-dependente não entende jogos amorosos ou manipulações e sempre reaje. Se o outro não liga, ela liga falando “um monte”. Tudo é motivo para uma DR.
  8. Excesso de explicações. Quando sente que o outro se afasta – o que acontece com frequencia – ela começa a querer convencer o outro a ficar com ela. Coloca-se imediatamente no papel de vitima explicando o quanto já sofreu e que não pode sofrer mais por ele. É a fase dos textões.
  9. Coloca o motivo da sua felicidade – ou não – na mão do outro. Esquece do trabalho, dos estudos e dos amigos. Passa a viver a vida do outro e falar “nós” o tempo todo. A própria história fica secundária.
  10. Tem crises infundadas de ciúmes. Faz escândalo. Quem vai ao trabalho da pessoa fazer um show na porta geralmente é um co-dependente amoroso. Como tem a autoestima destruida, não tem medo de passar vergonha.
  11. Morre de medo da separação. Acredita que é melhor – muitas vezes – morrer a perder o amor do outro.
  12. Sujeita-se demais aos caprichos do outro. É geralmente feita de capacho, atura os maiores absurdos em nome do amor.
  13. Baixa autoestima e autoconfiança.
  14. Não escuta mais as pessoas. Quando alguém diz que aquele amor não é benéfico para ela, tende a rechaçar a pessoa e a cortar relações com ela.
  15. Sofre demais e o tempo todo. Dor e sofrimento são parte integrante do seu dia quando o outro não responde como ela deseja.

 

Se identificou isso em você ou em alguém, procure ajuda.

 

 

 

Publicado por Andrea Pavlo

Psicoterapeuta, taróloga e numeróloga, comecei minhas explorações sobre espiritualidade e autoconhecimento aos 11 anos. Estudei psicologia, publicidade, artes, coaching e várias outras áreas que passam pelo desenvolvimento humano, usando várias técnicas para ajudar as mulheres a se amarem e alcançarem uma vida de deusa. Mãe da Nina de quatro patas, gosto de viajar, ler e sempre continuar estudando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: