Conte a sua história

Sim, eu assisti o filme. Na verdade, para quem assistiu só essa frase já bastaria. Para quem assistir e, como eu, é junguiano. E ama arte. Meu Deus, fizeram o filme para mim? Nise era uma mulher pequena e magra. Uma das primeiras médicas formadas no Brasil, quando só homens frequentavam a faculdade de medicina.Continuar lendo “Conte a sua história”

Liberte sua mulher da torre de marfim

Eu não sei como é ser mulher. Sei como é ser eu, serve? E tem um lado meu que é mulher. É o maior lado, sim. Mas era engolido por outros papéis. O meu lado mulher foi engolido por uma menina carente, certa feita. Ela se apaixonou por um homem e ficou fora de cena.Continuar lendo “Liberte sua mulher da torre de marfim”