Começar? Agora?

Sinto que sai de uma bolha. Apertada e fria, na qual eu morei por anos. Lá não batia o sol. Lá não existiam escolhas. Até tinham algumas, mas elas sempre voltavam para um ponto inicial que eu não queria. Elas tinham uma vida própria, que eu não controlava. Mas um dia, depois de muito meContinuar lendo “Começar? Agora?”

Só….por hoje

Olá, meu nome é Andrea e eu sou co-dependente. Na verdade prefiro dizer, já que sei que é a realidade, que tenho uma co-dependente morando dentro de mim. Um espaço meu onde existe uma grande sombra. Uma sombra que “precisa”. Que é precisamente o que estragou meus relacionamentos. É o que tomou conta de mimContinuar lendo “Só….por hoje”

Conte a sua história

Sim, eu assisti o filme. Na verdade, para quem assistiu só essa frase já bastaria. Para quem assistir e, como eu, é junguiano. E ama arte. Meu Deus, fizeram o filme para mim? Nise era uma mulher pequena e magra. Uma das primeiras médicas formadas no Brasil, quando só homens frequentavam a faculdade de medicina.Continuar lendo “Conte a sua história”

Enfim, águas passadas…

Tô aqui rindo, rindo muito. Depois de dormir, dormir muito. Ontem terminei um relacionamento que mal começou e que começou mal. Começou para substituir outro, forte e relevante, daqueles que temos uma ou duas vezes na vida. Não funcionou! Ele não atendia às minhas expectativas. Eu não atendia às dele. Ele me magoava porque nãoContinuar lendo “Enfim, águas passadas…”

Liberte sua mulher da torre de marfim

Eu não sei como é ser mulher. Sei como é ser eu, serve? E tem um lado meu que é mulher. É o maior lado, sim. Mas era engolido por outros papéis. O meu lado mulher foi engolido por uma menina carente, certa feita. Ela se apaixonou por um homem e ficou fora de cena.Continuar lendo “Liberte sua mulher da torre de marfim”