Qual é a vida que você quer?

Um dia, não sei exatamente quando, eu me peguei pensando na minha vida perfeita. Eu pensei “Não quero pensar na vida que acham que é perfeita, mas na que seria perfeita para mim”. Sentei, e fiz alguns desenhos – apesar de não ser muito boa nisso – do que eu consideraria ser uma vida perfeita para mim.

Primeiro, eu queria ser mais saudável. Já tinha tentado tanto isso, mas parecia que nada dava certo. Fazia dietas e mais dietas, passava um bom período na academia mas no final não mantinha nada. E eu precisava ser mais saudável por conta de problemas que já haviam se desenvolvido, então era urgente.

Depois, meu trabalho. Que tipo de trabalho eu queria mesmo, de verdade?Qual seria o meu propósito com o meu trabalho? Quem ele ajudaria, que tipo de pessoas? Em que momentos ele seria útil, como eu desenvolveria, quem eu seria?

Depois, relacionamento amoroso. E assim por diante. Várias e várias páginas de quem eu queria ser, que vida eu queria ter. E percebi uma coisa: eram coisas bem simples. Nunca sonhei tem ter uma casa em cada continente – se bem, que não tem nada de mais sonhar com isso – mas queria morar perto do mar. Nunca pensei em ser atriz da novela das nove, mas queria seguidores no Instagram para divulgar meu trabalho e ajudar da melhor maneira possível. Possível!

Possível era a palavra. Naquele momento, mesmo as coisas mais simples não pareciam possíveis. Morar na praia? Como, tá louca? Ter mais do que minha família me seguindo no Instagram? Impossível. E as possibilidades iam diminuindo enquanto eu ia fazendo essas listas…e aí…e aí?Acabou?

Pensei “Não pode ser impossível”. Uma vez ouvi uma frase “Se só uma pessoa realizou algo é porque é possível”. Eu tinha visto pessoas saírem de situações tão piores do que a minha e estarem bem. Via pessoas se recuperando de doenças, ganhando um monte de dinheiro, perdendo um monte de peso e conseguindo isso e mais meia dúzia de coisas, como eu não conseguiria?

E descobri, no final, tudo é possível. Exige um tanto de esforço, força de vontade e paciência mas é possível. Hoje eu não digo impossível para nada, nem mesmo aquela coisa que você guardou no fundo no armário porque sentiu ser completamente loucura da sua cabeça. Tudo é possível e 20 anos de atendimentos, dois livros publicados e milhões de horas de autoanálise tinham me provado isso.

Basta acreditar!

Como fazer isso? Me siga aqui no blog e leia os meus posts. Também me siga no Instagram, conto tudo por lá. Como sair de uma vida de simples mortal para uma vida de Deusa? Vem comigo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s