Como foi a minha primeira constelação familiar

Eu prometi escrever sobre a constelação familiar e vou. De fato. Mas que é quase impossível explicar o que acontece lá dentro, isso é mesmo. Uma coisa é a racionalização, a explicação sobre como a técnica é apresentada lá dentro. Outra, bem diferente, é a emoção, o entendimento, as “coincidências” que acontecem lá. Muito interessante.

A terapeuta – ou melhor, uma das facilitadoras – me disse que não é bom ficar conversando sobre o que aconteceu na nossa constelação. Que o excesso de racionalização pode até mesmo estragar o processo, fazer com que começamos a duvidar do que realmente aconteceu e do que sentimos. Eu acredito que ela tenha mesmo razão. Como a técnica é quase que totalmente sutil e inconsciente, é complicado quando tentamos trazer para o mundo real. Mundo real, com a licença poética da palavra, claro.

Eu sei que tudo fez muito sentido,um sentido profundo e inconsciente. Minha raiva da família diminuiu bastante depois que entendi os “motivos” deles. Coloquei entre aspas porque motivações são sempre internas e intransferíveis, ou seja, entendo mas ainda não concordo. Mas a coisa toda é tão grande, que ficam caindo fichas dias e dias depois. Ainda vou até conversar com a terapeuta que me atendeu primeiramente e acho que mais fichas vão cair. Então, é mais uma questão de esperar.

Estão vendo como eu estou enrolando? É engraçado, mas não dá pra escrever, porque não dá pra explicar. Simplesmente as coisas mudam dentro de você e fora de você também e vida que segue. É isso, a definição é bem essa. E eu, acostumadíssima a tentar entender tudo, fico assim de cara, pensando “caramba, que legal”!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s