Manual para ir a academia gorda e ainda assim ser feliz

Há alguns meses eu fiz um post falando um pouco sobre o meu processo de aceitação e as coisas que andei passando naqueles tempos. Aqui resolvi dar dicas para você, gorda, que quer malhar mas não tem muita coragem. Não faço esse post por mimimi, mas para alertar: se você, gorda, quer malhar, quer ser fitness PODE SER!!! E não é uma coisa ou outra que acontece por lá que vai fazer você desistir. Eu treino três vezes por semana, musculação e cardio, aulas de alongamento e quero voltar a dançar (leiam aqui). Então, é só colocar seu tênis, sua legging e ir meu amor!! Você pode tudo.

Se alguém vier com discurso anti-obesidade, simplesmente saia fora. 

Uma vez decidi fazer a academia 24 hora do meu bairro. Era grande, relativamente barata, e ficava perto o suficiente. Primeiro dia e eu vi que só tinham as fitness, com seus tops curtos e cabelos soltos – nunca vou entender isso. Subi na esteira e um professor resolveu parar do meu lado. Comecou perguntando o que eu queria na academia. Depois que falei que era emagrecer, ele engatou um discuso com sotaque carioca sobre como comer menos e malhar mais faria eu emagrecer. “Nunca vi ninguém que não coma menuxxxx e malhe maixxxx não perrrrdeeerrr peso”. Fiquei com trauma de sotaque carioca meses mas, lindamente, desci da esteira e agradeci pelas dicas. Puta da vida, reprimida, demorei dias para ter coragem de voltar lá. Resultado: não fui mais. A dica aqui é: se alguem vier com discurso, simplesmente saia fora.

Algumas coisas são inevitáveis. Simplesmente ignore. 

Uma vez resolvi fazer uma academia grande, aquela mega academia. Eu achava que se fizesse num local renomado, eu teria mais vontade de ir. A academia era boa, eu fiz aula lá por meses, mas não conseguia ficar na esteira sem o olhar de todo mundo. Depois descobri que as pessoas ficavam me cercando – na época eu estava no máximo do meu peso – com medo de eu ter um piripaque na esteira. Era tipo “cliente obesa à 45 graus”. Nada a fazer. Somente ignorar.

images

Não se deixe contaminar pelo discurso

O melhor a fazer é ficar na sua e não achar quem o “olha como eu tô gorda” que você escuta no vestiário das manequins 36 é para você. Acredite, não é. Essas pessoas geralmente estão focadas demais em si mesmas para olharem pra a cara da gordinha. Nas aulas, é comum ouvir coisas como “queimar o bacon” ou “quem mandou comer na Páscoa”. Saiba que isso é a cabeça atrasada deles, e não a sua. A comida não é sua inimiga e só porque você treina não quer dizer que precise de dieta.

O poder de um bom look

Estar bem vestida é uma coisa que te estimula a malhar. Não coloca a camiseta da eleição passada com a legging que comprou em 1998, não. Invista nas roupas e acessórios. Lembro que uma das coisas que me desistimulava a treinar na academia era o fato de não encontrar looks que me representasse. Agora já existem lojas ótimas (aguardem post) com looks confortáveis e no nosso tamanho, e que vende na internet. Melhor coisa é se sentir bem e bonita para encarar a esteira.

Tente coisas novas

Lembro que, quando comecei a dançar, passei umas 14 x na porta da sala de dança no dia, até que a Batata (professora) me convidou para entrar. Eu morria de vergonha de ser a gorda que dança. No final meu amor, estava no palco junto com a magras – todas minhas amigas hoje. Se você quer tentar circo, aulas de spinning ou qualquer coisa que o valha simplesmente vá. O máximo que pode acontecer é você perceber que não é para você.

Mantenha a disciplina

Um corpo pesado se cansa mais, é verdade. Então é mais “dificil” para nós recuperar os músculos e a energia depois de um treino. Comece devagar, vá aos poucos. Não se trate como se precisasse chegar no 10 por hora na esteira só porque a coleguinha do lado fez isso. A sua vida é sua. Seu corpo é seu e você precisa respeitar ou vai acabar se machucando. Mas se forçe a fazer, a ir, mesmo que faça menos naquele dia. Precisamos tornar isso um hábito e também habituar nosso corpo.

Vá ao médico

Sim, sabemos que ir ao médico é um suplicio muitas vezes, mas existem bons profissionais que podem te dar um atestado e pedir os exames para você treinar em segurança. E não precisa pedir dieta e nem mentir que quer emagrecer, simplesmente você tem o direito de malhar sem querer ser magra.

gorda academia

Fuja das armadilhas

Em academia tem muito “toma o shake tal”, “faça a dieta tal”. Sim, você está num reduto de gente tentando um corpo padrão, vai ver isso. Cuidado! Já vi gente colocar até sonda – sim você leu certo – para emagrecer. Então só faça o que estiver ao seu alcance e SE VOCÊ QUISER. Não tem, repito, nada de errado em não querer ser da turminha.

De resto, é só se divertir. Treinar, se sentir mais forte e feliz. Encher o corpo de dopaminha e sim, fazer alguns bons amigos. Tenho amigas magras e gordas na academia e amo. Vale a pena! Não desista!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s