Lançamento de coleção: LAB + C&A

Na semana passada eu fui ao um evento, o desfile de lançamento da coleção da LAB para a C&A. A LAB (Laboratório Fantasma) é uma marca encabeçada pelo rapper Emicida, e faz o chamado streeat wear de luxo. As peças são realmente lindas. Mas o mais legal não foi essa parte, em que um artista lança uma coleção com parceria com uma grande marca, mas tudo o que ele traz no discurso dele e que realmente é emponderador.

O que eu vi foram peças lindas, urbanas, coisas que eu desejo de todo o meu coração (C&A me nota !). Mas vi essas peças sendo desfiladas em modelos negras, carecas, com vitiligo, gordas e gordos. O tipo de pessoa que encontramos nas ruas, nas periferias, com um toque de glamou, é verdade.

Mas foi lindo. A abertura foi um discurso emponderador de Emicida, enquanto eram mostradas as peças, um pouco da história da LAB e cenas do cotidiano da periferia de São Paulo. Aquilo, aquela voz, aquelas palavras já arrepiavam. Depois de uma breve abertura, começaram a entrar os modelos, interagindo com o público e fazendo a galera delirar!

No final do desfile ele entrou e fez um som maravilhoso com mais alguns cantores e Djs. A música estava boa demais.

Confesso que amo R&B mas acabo ouvindo mais o americano. RAP eu não conheço muita coisa, mas estou aprendendo alguma coisa agora com mozão, que ama. No final do desfile, todos enfilerados. Peitando a sociedade e mostrando “isso aqui é a nossa resposta” foi maravilhoso.

Não acredito em guerra. Não do tipo de guerra cheia de violência. Isso é coisa das trevas. Quando alguém se sente diminuido pelo preconceito, pela opressão social, a melhor resposta é fazer acontecer. É aparecer! Colocar a cara na janela. Mostrar que sim, qualquer um pode fazer qualquer coisa, desde que se conecte com aquilo com toda a sua alma e aí, meu amigo, não existe gordo, negro, mulher, nada que segure.

É difícil. Sim. A vida é complicada para caralho  mas eu vou continuar acreditado que o que o Emicida fez é o melhor que podemos fazer quando acham que poderão nos derrubar: levantar e provar que pode. Injeção de autoestima, a gente viu por ali.

Abaixo um pouco do desfile e a linda da minha amiga Rita Carreira na passarela meu amor, que ela tá podendo!!

Ah, e as peças vão do PP ao XGG (equivalente ao 54/56). Inclusão é isso aí!

Para comprar online clique aqui!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s