Sobre dietas e limites

Fiz um vídeo na padaria (sim, sou dessas que ama uma padaria…pão…pão de queijo) falando um pouco sobre o meu processo de aceitação e como, sim, podemos comer bem e sermos saudáveis. Ser gorda, plus, plus size, fofinha, não te impede de ser saudável. Comer bem é um ato de amor com a gente mesma, faz o corpo ficar nutrido. E isso não quer dizer que não possa comer, quando eu quiser, coisas que não são tão “saudáveis” ou que não brigue com o meu intrínseco péssimo hábito de tomar coca zero.

Mas eu amo pão integral (adoro essa nova onda de pão sem fermentação), adoro arroz com feijão e uma farofinha, massas, chocolates – sou exigente nesse item, Chokito não é chocolate, que fique claro –  e vou continuar amando. Mas vou trabalhar com as minhas bordas, meu limites (que isso é realmente uma coisa que a co-dependência tira de você). Sim, eu ainda tenho episódios compulsivos, mas estou trabalhando nisso.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s